01 março 2017

OS MEUS FILHOS



"Ser pai/mãe nada tem a ver com perfeição. 
A perfeição não é a meta, não para nós, não para os nossos filhos.  
Aprender juntos a viver bem num mundo imperfeito, amando-nos uns aos outros, apesar ou mesmo por causa das nossas imperfeições, e crescendo como seres humanos enquanto nós cultivamos os nossos pequenos humanos, esses são os objetivos de pais gentis.  
Portanto, não pergunte a si mesmo no final do dia se fez tudo certo. Pergunte antes o que aprendeu e o quão bem amou, em seguida, aprenda com a sua resposta. 
E então cresça com a sua resposta. 
Isso é que ser um pai/mãe perfeito."

[L.R.Knost]