23 maio 2008

UMA PEQUENA-GRANDE VITORIA

Acredito na nossa Vânia... e se não for a Politica a entrar nisto, as hipoteses deste ano são grandes para Portugal vencer o Primeiro Festival da Canção da Eurovisão!

Força Vânia!

Senhora do mar
Ante vós, me tendes caída
Quem vem tirar meia da vida e da paz
Desta mesa, desta casa, perdidas?
Amor, qu’é de ti?
Senhora do mar
Ante vós, minha alma está vazia
Quem vem chamar a si o que é meu?
Ó mar alto, traz pr’a mim
Amor meu sem fim

Ai, negras águas, ondas de mágoas
Gelaram-m’o fogo no olhar (Senhora do mar)
Ele não torna a navegar (Ele não torna a navegar)
E ninguém vos vê chorar
Senhora do mar

Quem vem tirar meia da vida e da paz
Desta mesa, desta casa, perdidas?
Amor, qu’é de ti?

Ai, negras águas, ondas de mágoas
Gelaram-m’o fogo no olhar (Senhora do mar)
Feridas em sal, rezas em vão (Rezas em vão)
Deixai seu coração (Deixai seu coração)
Bater junto a mim (Bater junto a mim)
Ai, negras águas, ondas de mágoas
Gelaram-m’o fogo no olhar (Senhora do mar)
Ele não torna a navegar (Ele não torna a navegar)
E ninguém vos vê chorar (E ninguém vos vê chorar)
Senhora do mar (Senhora do mar)

1 comentário:

Dreamer disse...

Tu gostas mesmo disto...Sabado lá estartemos a ver isso