30 dezembro 2010

ACABADINHO DE LER


Depois de 966 páginas de boa leitura, termino aqui o primeiro de uma grande saga do autor Patrick Rothfuss.

Adorei esta história que parece ser uma boa triologia. Um livro cheio de magia, alegrias e muita tristeza, mas cheia de AMOR. Tudo isto e muito mais para fazer um bom livro que nos agarre a ele do inicio ao fim. Com uma linguagem muito particular e coisas novas para se aprender... é tudo MAGIA!

Aqui ficam, para mim, algumas das melhores passagens:

"As mulheres são como fogos, como chamas. Algumas  mulheres são como velas, luminosas e carinhosas. Outras são como faíscas ou carvões em barra, como pirilampos que se perseguem em noites de verão. Algumas são como fogueiras de acampamento, plenas de luz e calor por uma noite e querendo ser deixadas logo a seguir. Outras são como lareira, não muito vistosas mas plenas de brasas que se mantêm quentes durante muito, muito tempo.
Mas Dianne... Dianne é como uma cascata de faíscas jorrando de uma cunha de ferro encostada por Deus a uma pedra de amolador. É impossivel não a olhar, é impossivel não a desejar. Será mesmo possivel segurá-la na mão durante um segundo. Mas não dura mais do que isso. Acabará por te despedaçar o coração..."

"- Consegues descrever todas as coisas que compreendes? - Lançou-me um olhar de soslaio.
- Claro.
Elodin apontou.
- De que cor é a camisa daquele rapaz?
- Azul.
- Azul como' Descreve o conceito.
Esforcei-me por um momento e desisti.
- Então AZUL é um nome?
- É uma palavra. As palavras são sombras pálidas de nomes esquecidos. Possuem poder, tal como os nomes. As palavras conseguem atear chamas nas mentes dos homens. Conseguem extrair lágrimas ao coração mais duro. Existem 7 palavras que farão alguém amar-te. Existem dez palavras capazes de quebrar a vontade de um homem forte. Mas uma palavra não passa de uma representação de um fogo. Um nome é o próprio fogo."

"Conheço-a à muito mais tempo, - dizia o meu sorriso - é verdade que estiveste dentro do circulo dos seus braços, que lhe saboreaste a boca que sentiste o seu calor e isso são coisas que nunca tive. Mas há uma parte dela que apenas pertence a mim. Não podes alcançá-la por mais que te esforces. E, quando te abandonar, eu continuarei aqui, fazendo-a rir. A minha luz iluminá-la-á. Continuarei aqui muito depois de ela esquecer o teu nome."

2 comentários:

Fê-blue bird disse...

Amiga:
Obrigada pela partilha.
Que nunca te falte um sonho pelo que lutar, um projecto para realizar, algo que aprender, um lugar onde ir, e alguém a quem amar.
Feliz Ano Novo!
beijinhos
Fê Blue Bird

Corina de Oliveira disse...

Celebra o ano que acabou, não apenas como dias que se passaram, mas sim como mais um pouco do caminho percorrido nesta grande viagem que é a vida... Por isso, O meu reino da noite deseja-te um FELIZ ANO NOVO! :D

Beijocas *