12 novembro 2012

A MÃO DO DIABO


Graças ao meu amigo Sérgio acabei hoje de ler este grande livro. Posso dizer muitas coisas acerca dele: MARAVILHOSO, ESPETACULAR, SOBERBO... Mas uma coisa é certa: este livro deveria ser lido nas escolas. Nas disciplinas de Lingua Portuguesa, Economia, Cidadania... mas principalmente nas de Gestão Humana (se não existe deveria de existir)!

Não consigo sequer fazer um resumo do mesmo pois todo ele já é um GRANDE resumo do que se passa no mundo (sobre a crise financeira em que nos encontramos), e quem são os seus principais protagonistas e culpados. No fundo, eu acredito que somos TODOS um pouco culpados...

Eu sempre disse que, (isto relativamente a Portugal), a mentalidade teria de mudar. E tem/deve! Pois uma das razões não é apenas a forma como os politicos regem o nosso país (apesar de que se poderá dizer que 90% o seja). Mas não nos podemos descartar de alguma dessa culpa e colocar a cabeça debaixo da areia por várias razões: uma delas os politicos que elegemos para nos governar (onde aqui se possa mesmo dizer venha o Diabo e escolha - até acredito que tenha sido por causa disto que o JRS tenha escolhido o titulo que escolheu para este livro), mas também da forma absurda como o próprio povo português "gosta" de viver. E digo com isto, o querer viver acima da média. Se os politicos não dão o exemplo, o povo acaba (infelizmente) por copiar. É como os filhos copiam os pais. Gastam mais do que podem, do que recebem... Todos nós gostávamos de estar melhor na vida mas, porque nos devemos endividar absurdamente SEM NECESSIDADE? Esta é a minha pergunta fulcral!

O que me assusta no meio do que li foi ver a capacidade de SERES HUMANOS (politicos, advogados, juizes, no fundos pessoas de poder) julgarem que podem MAIS que um trabalhador normal. Conseguirem sempre sair por cima impunes do mal que cometem aos outros... isto assusta-me!

Gostava de vos deixar imensos trechos do livro mas é completamente impossivel. Mas só para terem uma pequena ideia de como o mundo das pessoas do poder funcionam vejam isto:

(página 550)
" Olha só o que diz o artigo sexto da lei", disse, afinando a voz e preparando-se para ler. " 'A pena aplicável aos crimes de responsabilidade cometidos por titular de cargo politico no exercício das suas funções poderá ser especialmente atenuada, para além dos casos previstos na lei geral, quando se mostre que o bem ou valor sacrificados o foram para salvaguarda de outros constitucionalmente relevantes ou quando for diminuto o grau de responsabilidade funcional do agente e não haja lugar à exclusão da ilicitude ou da culpa, nos termos gerais.'"
Fez-se um silêncio momentâneo na ligação telefónica.
"Não percebi patavina", confessou o primeiro-ministro, "o que raio quer isto dizer?"
O seu interlocutor riu-se  do outro lado da linha.
"Isto está escrito num legalês propositadamente confuso para que ninguém entenda", explicou. "É um palavreado jurídico que o escritório de advogados do Manel, o nosso ilustre deputado, arranjou como escapatória: Na prática, este artigo significa que ninguém será condenado por coisa alguma."
"De certeza?"
"Ó Gonçalo, francamente! Achas mesmo que eu ia parir uma lei que nos encravava a todos? Não, fica descansado! Mesmo que venha a pior das crises, vais ver que ninguém será processado, e muito menos condenado, pelo que quer que seja! Está tudo tratado. Continuamos inimputáveis."

Isto é apenas um pedaço (muito assustador, para mim) para sabermos quem temos a governar o país, e muito provavelmente o mundo. Não acredito que isto apenas se passe no nosso pequeno país.

Não vos posso adiantar muito mais a não ser: LEIAM ESTE LIVRO!

Não posso deixar de agradecer ao JRS por nos dar este "presente"! Obrigada por mais um GRANDE livro!

4 comentários:

Beu, a Ruiva. disse...

Oh giraça,

fiquei com vontade de ler :)!
Beijos grandes :)

D. disse...

Gostava tanto de conseguir ser assim uma grande leitora. Lá vou lendo, uma coisita ou outra. Mas demoro muito tempo
Bjjinhos

Paula Nogueira Guerra disse...

Querida Béuzinha,
Lê que não te vais arrepender... nem imaginas o que aprendes e ficas a saber!

Um beijinho doce xxx

Paula Nogueira Guerra disse...

Querida D.,
Eu também não era uma grande leitora... mas de repente não sei... leio tudo o que me aparece à frente. Agora adoro ler e até perco a cabeça se vou a uma livraria!
Tenho sede de aprender!
Espero que um dia consigas ler este livro!

Um beijo sorridente xxx