03 maio 2013

"ÀS MINHAS FILHAS"


Um livro muuuuuuuito emocional... é a história de 4 filhas e um padrasto que, depois da morte da mãe esta deixou cartas para cada um, e o que isso afectou a vida de cada um deles...LINDO!

Mostro-vos a carta que ela deixou para o marido (que senti ser do mais simples e lindo de ler):

" Meu querido Mark,
Que posso escrever-te? Na loja de que eu tanto gostava, tivemos uns cartões que se destinavam a ser oferecidos pelos pais aos filhos, creio eu. Esses cartões diziam que o trabalho deles (pais) consistia em proporcionar-lhes (aos filhos) duas coisas: raízes e asas. Mas era assim que eu pensava em ti. Foi isso que me proporcionaste: as coisas simples e as coisas extraórdinárias: Não sei a qual desses grupos pertence o amor. Penso que quando é bom, pode ser ambas as coisas. E o nosso foi bom, não foi, meu amor? Parte-se-me o coração por ter de te deixar, portanto suponho que o teu também deve estar destroçado e tenho tanta, tanta pena de ter de partir tão cedo! Por favor, guarda sempre o meu amor contigo, mas não permitas que isso seja o fim. A nossa capacidade de amar é muito vasta: As minhas filhas ensinaram-me isso. Há lugar para todos.
Bárbara"

AMEI!!!! Obrigada prima 

2 comentários:

Marta disse...

Sim, é de facto uma carta muito bonita. Comove...
Um beijinho grande Paulinha e bom FDS!!!

carla disse...

Bonita, comovente e cheia de frases sábias.

Um beijo grande e um excelente fim-de-semana :)