30 janeiro 2012

SEM PREÇO

...momentos passados em família... a MINHA família!
Aqueles momentos insubstituíveis com os  risos das crianças e os carinhos do marido rodeados da natureza que nos rodeia. Não tem preço!

25 janeiro 2012

VAMOS LÁ A ISTO...

A linda Pusinko, que deve estar a descansar neste momento, fez com que eu voltasse a postar mais um desafio (daqueles SÓ sobre mim) para eu fazer... e eu que gosto tanto destas coisas... E por isso "Abelha" aqui vai ela:
 
1. Nome da minha música favorita? 

 
Todas aquelas que têm a voz deste homem...

2. Nome da minha sobremesa favorita?   
Sou grande fã de pêra abacate... e mousse dela então! é de me babar toda!


3. O que me tira do sério? 
A mentira

4. Quando estou chateada?
Ficou doida e só me apetece limpar limpar limpar... se calhar para "des"stressar...

5. Qual o meu animal de estimação favorito?
Não sei bem porquê mas sou fascinada por estes bichinhos - DRAGÕES MARINHOS!
Para quem até tem medo de água como eu... é nestes seres que ficam os meus olhos!


6.  Preto ou branco? 
Gosto de todas as cores mas... o VERMELHO.. upa upa!

7. Maior medo?
Como ainda agora mesmo disse... água... mas fora isso, sei que o meu maior medo é se algo acontecer aos meus filhotes... morria!

8. Atitude quotidiana?  
Acordar super cedo... e sorrir mesmo quando não tenho vontade... 

9. O que é perfeito?
A natureza e o amor!

10. Culpa?
Apenas do que NÃO fiz!

7 Factos aleatórios sobre mim:

1- Estou como a Pusinko... há imenso tempo que pondero fazer uma tatuagem... no meu caso (depois de ter tido 2 filhos) já não me assusta as dores, e sim a parte financeira... quem sabe um dia!

2- Ando sempre com uma máquina fotográfica comigo.

3- Sou super organizada... e no trabalho até as da minha colega organizo :-)

4- Tenho SEMPRE as mãos frias!


5- Adoro passear, viajar, conhecer sítios e pessoas novas.

6- Andei na mesma escola primária que o meu filho anda neste momento. E ainda tenho contacto com a minha professora da primária :-)

7- Continuo a ser a mesma ingénua de sempre... há coisas que não mudam!

A quem sugiro este desafio?
A quem o quiser levar para responder.

24 janeiro 2012

O MEU CAMINHO


A minha travessia de vida até aos dias de hoje... uma "pequena" história ... a MINHA vida!

19 janeiro 2012

"AI SE EU TE PEGO" VERSÃO ABRUNHOSA

Esta é para os fans do Abrunhosa. 

17 janeiro 2012

TURNING TIMES


Há dias que foram feitos para não "acordarmos"... para passarmos por ele o mais rápido que se possa aguardando o dia melhor para "amanhã". Acreditando na possibilidade de mudanças e dias melhores... bem melhores.

Sinto muitas vezes, infelizmente, de que existem esforços que se tornam em vãos para aqueles que mais amamos. Gostava tanto que fosse apenas um pesadelo... que acordasse dele e eu pudesse dizer: "ainda bem que estava apenas a sonhar!"

Mas a realidade é esta... o meu pesadelo é a MINHA REALIDADE!

09 janeiro 2012

UMA MENSAGEM MUITO IMPORTANTE


Aconselho a ver e MUITO!
Qual é a vossa escolha?

DIA DE "CORTE"

Quando se fala em "cortes" a todas a hora, principalmente na carteira, fala-se também noutro tipo de cortes. E quando a carteira já está mais que reduzida, é quando se encontram outras soluções para outros tipos de "problemas". Pois o de hoje foi resolvido entre família :-)
E quem ajudou foi a mana... ela é que serviu de nossa CABELEIREIRA hoje... estamos contente, pois apartir de hoje, mãe e filha estão de FRANGINHA!



E assim ficamos as duas: LINDAS!



THANKS LITTLE SIS

05 janeiro 2012

NINGUÉM É DE NINGUÉM



Esta idéia de que temos uma alma gémea a ser encontrada, uma pessoa que nos vai completar e nos tornar inteiros faz sentido, é verdade!

No entanto, sinto que existem alguns detalhes a serem esclarecidos sobre este assunto...

Muitas pessoas passam a vida a acreditar que enquanto não encontrarem essa tal metade, não podem ser inteiramente felizes, completamente realizadas ou que sua existência jamais fará pleno sentido.

Isso não é exatamente uma verdade. O facto é que amar é um privilégio e uma oportunidade maravilhosa de nos tornarmos pessoas mais evoluídas e satisfeitas.

Mas somos seres absolutamente completos. Nascemos dotados de todas as ferramentas que precisamos para sermos felizes, independentemente de com quem estamos, onde e quando estamos...A felicidade é uma escolha pessoal, um dom que desabrocha de dentro de cada um, um exercício diário, uma busca que se faz só.

Viemos ao mundo para uma missão que só pode ser realizada por nós mesmos e por isso nascemos únicos, singulares e individuais.

As pessoas com quem nos relacionamos, as que escolhemos para amar são nossas companheiras de jornada, são presentes e facilitadores que Deus nos enviou para tornar a nossa caminhada mais leve e prazerosa.

Mas não são, nunca, de forma alguma, a nossa felicidade, a nossa realização, a essência de nossa vida.

Percebo que, muitas vezes, entorpecidos por um sentimento genuíno de amor, confundimos o que somos com o que o outro é. Atribuímos a nossa felicidade e a nossa razão de existir ao outro e perdemos a referência de nosso real valor.

Assim, passamos a acreditar que sem o outro não poderíamos nos sentir tão bem, que sem o outro toda a beleza e toda a alegria estariam perdidas, como se tudo de bom (e de menos bom também) não existisse – antes de em qualquer outro lugar – dentro de nós mesmos!

É isso: tudo o que somos, sentimos e vemos, tudo o que entendemos como mundo é reflexo do que temos dentro da gente.

Assim, se somos felizes ao lado de alguém que amamos é porque nos tornamos capazes de sentir felicidade e de amar.

E se estamos tristes e insatisfeitos, também é porque estamos exercendo a nossa capacidade de sentir a tristeza e de não nos satisfazermos com o que temos.

Desta forma, creio que está mais do que na hora de compreendermos que podemos, sim, nos tornarmos melhores através do amor que trocamos com alguém, mas que não é o outro que nos faz melhores e sim nós mesmos que nos permitimos crescer e ser melhor.

Ninguém é de ninguém porque não somos coisas. Somos pessoas e pessoas são eternamente ímpares.

É o que cultivamos e alimentamos em nós que nos faz ser como somos. A única pessoa que temos e por quem realmente somos responsáveis é a gente mesmo.

Portanto, sugiro que comecem a apropriarem-se da sua felicidade como mérito vosso, assim como das vossas tristezas e insatisfações.

E a partir de então, poderam abrir mão das pessoas, desapegar-se, compreender que o amor que sente por alguém não torna esse alguém seu, mas apenas um companheiro de aprendizagem e de importantes descobertas.

E na mesma medida, poderam exercer todos os seus dons e capacidades a fim de tornar a vossa vida e a das pessoas que caminharem ao seu lado pela longa estrada da vida muito melhor, mais inteira e, sem dúvida, mais verdadeira!

Rosana Braga

03 janeiro 2012

... E ASSIM PASSOU!


Fui muito feliz mas também sofri muito...
Foi um ano que voltou a deixar marcas em todos os sentidos...
Perdi e ao mesmo tempo voltei a ganhar!
E depois de tudo... continuo a SORRIR!

02 janeiro 2012

FELIZ 2012



Que em 2012 os vossos sonhos possam sair do "papel"!