14 abril 2011

AFTAS

Desde muito nova que sofro de uma questão fisica que ainda tenho até aos dias de hoje: AFTAS!

Sempre tentei procurar e investigar o que seriam estas mazelas e tentar perceber porque sempre as tive, e tenho muitas. Por exemplo, neste momento tenho 4... Mas em muita pesquisa que fiz, e nos anos que vivi na Bélgica encontrei um livro fabuloso que nos explica, para CADA doença, a razão da sua existência. Pois cada doença aparece por uma razão especifica. E as aftas não são excepção. Este livro funciona como um "dicionário de doenças" intitulado de "The key of self liberation" da autora Christiane Beerlandt

Outras autoras conhecidas como a Louise L. Hay no seu livro "Saúde de A a Z" 

e a Lise Bourbeau no seu livro "O teu corpo ama-te", também nos explicam a mesma coisa.

Para quem sofre do mesmo mal que eu, aqui deixo a explicação das aftas.

Receio da reacção dos outros, medo de perder a segurança acabando por não dizer o que quer e acaba-se por não ser o que se deseja ser. Não te consegues exteriorizar como gostarias. Pensamentos agressivos, tristezas, nervosismo; não consegues encontrar sossego em ti mesma. Repetes imensas vezes "Eu não aguento mais", não consegues mais ouvir por isso tapas os ouvidos, e enfureces-te. És uma pessoa super sensível mas com explosões nervosas súbitas, que te colocam sobre pressão. Levas demasiadas situações a peito, porque perdeste o contacto com a fonte. O teu ser mais interno não tem medo, é cheio de confiança, mas não consegues acreditar nele. Ao contrário ficas com medo dos teus próprios sentimentos, ao ponto de os sentires como ameaçadores. Acabas por não deixar estes fluir de forma natural, de forma que apenas os teus receios sejam vistos do lado exterior. Por vezes acabas por sentir que não prestas ou que fizeste algo de errado; sentimentos de culpa. Luta interna: por um lado energia apertada, demasiados desejos e uma vontade enorme de os manifestar; por outro lado não confias em ti mesma e bloqueias a corrente de energia para o exterior. Um apontar de dedos e a culpabilização aos outros serão uma das maiores causas. 

Solução: Não desperdiçar energia nem tempo: tomar pulso na própria vida! Confiança na própria natureza, na sua delicadeza, na sua intuição. A sabedoria existe dentro de ti. Ninguém é mau. Coloca o passado num caixão. Começa AGORA uma nova vida e acredita em ti mesma. "Culpa" não existe, mas o desconhecido e a evolução existem. A tua critica aos outros é, na maior parte das vezes, uma protecção pessoal; olha para dentro de ti! Sente-te segura em ti mesma! Tenta relativizar, e olha para a vida como um processo de crescimento e dá a TI MESMA todas as hipóteses de sucesso. EXTERIORIZA!


Para quem quiser saber a explicação de mais alguma doença perguntem!

2 comentários:

CoisasDaGaja disse...

Xiiii! Que interessante! Eu acredito que a grande maioria (senão todas) as nossas doenças físicas são causadas por mal estares psicológicos, coisas que nos perturbam o equilíbrio!

Esse livro de que falas (o que tem esta explicação que transcreveste) está à venda?

Beijos

Paula NoGuerra disse...

Querida Gaja,
Este livro não o vi ainda há venda cá... tenho-o em holandês que mo deram na Bélgica quando lá vivi. Se souberes ler holandês arranjo-te uma cópia ;D
Agora os outros dois, o da Lise Bourbeau e o da Louise L. Hay encontras com facilidade pois tenho-os também.

Mas acredita que TODAS as doenças são psicolóigicas... é como o frio e o calor...

Beijocas doces***