11 maio 2014

DIA DA MÃE

Celebra-se hoje aqui na Bélgica, e pelo que percebi, em várias partes do mundo também, o famoso dia da mãe. Dou valor ao que é SER mãe apenas no momento em que eu mesma me tornei uma. Apartir desse momento é que entendi verdadeiramente o que é ter-se amor incondicional por outra pessoa...mas ser-se mãe é tanta coisa... Só posso falar de mim e do que eu sinto pelos meus filhos, o mesmo não posso dizer do inverso pois em tempo algum senti o verdadeiro amor de mãe, muito pelo contrário. Mas isso é outra história... Acredito que o dia da mãe e o dia do pai são todos os dias e não apenas um dia específico. Isto porque somos mãe e/ou pai 365 dias por ano e não apenas no dia em que se o comemora. Mimos e "prendas" dão-se quando gostamos de alguém e essa pessoa é tão especial para nós que lhes queremos demonstrar algum amor, carinho e respeito que por ela nutrimos, com palavras e afins. 

Eu mesma já me questionei se sou uma boa mãe mas, com dúvidas e falhas, sei que dou o meu melhor e eu sei que eles sabem disso. Escolhi tê-los, e por eles vivo, e graças a eles consegui ultrapassar obstáculos muito complicados na minha vida. E aqui continuo.... ao lado deles.

Mas afinal o que é amor de mãe? Sou da opinião de que é respeitar o outro com as suas qualidades e limitações. Amar é permitir que a outra pessoa siga o seu caminho mesmo que para isso tenha de dar umas quantas "cacetadas" pelas escolhas que vai fazendo. Viver em paz é uma equação simples e complicada ao mesmo tempo. Pois quando se aceita as limitações da outra pessoa, aceitá-la tal qual ela é, deixando-a tomar um pouco as decisões que melhor se encaixam na vida para aquele momento da vida, é aceitar a pessoa que temos ali á nossa frente, e isso sim é amor incondicional.

Quando se respeita ama-se! 


FELIZ DIA DA MÃE!

1 comentário:

Marta disse...

E que linda mãe tu és :)