01 março 2013

ÁGUAS DE MARÇO




É pau, é pedra
É o fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco sozinho...
É um caco de vidro
É a vida, é o sol
É a noite, é a morte
É um laço, é o anzol...
É peroba do campo
O nó da madeira
Caingá, Candeia
É o matita-pereira...
É madeira de vento
Tombo da ribanceira
É um mistério profundo
É o queira ou não queira...
É o vento ventando
É o fim da ladeira
É a viga, é o vão
Festa da Cumieira...
É a chuva chovendo
É conversa ribeira
Das águas de março
É o fim da canseira...
É o pé é o chão
É a marcha estradeira
Passarinho na mão
Pedra de atiradeira...
Uma ave no céu
Uma ave no chão
É um regato, é uma fonte
É um pedaço de pão...
É o fundo do poço
É o fim do caminho
No rosto o desgosto
É um pouco sozinho...
É um estrepe, é um prego
É uma ponta, é um ponto
É um pingo pingando
É uma conta, é um conto...
É um peixe, é um gesto
É uma prata brilhando
É a luz da manhã
É o tijolo chegando...
É a lenha, é o dia
É o fim da picada
É a garrafa de cana
Estilhaço na estrada...
É o projeto da casa
É o corpo na cama
É o carro enguiçado
É a lama, é a lama...
É um passo é uma ponte
É um sapo, é uma rã
É um resto de mato
Na luz da manhã...
São as águas de março
Fechando o verão
É a promessa de vida
No teu coração...
É pau, é pedra
É o fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco sozinho...
É uma cobra, é um pau
É João, é José
É um espinho na mão
É um corte no pé...
São as águas de março
Fechando o verão
É a promessa de vida
No teu coração...
É pau, é pedra
É o fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco sozinho...
É um passo, é uma ponte
É um sapo, é uma rã
É um belo horizonte
É uma febre terçã...
São as águas de março
Fechando o verão
É a promessa de vida
No teu coração...
É pau, é pedra
É o fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco sozinho...
É pau, é pedra
É o fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco sozinho...
Pau, Pedra...
Fim do caminho...
Resto de toco...
Pouco sozinho...
Pau, Pedra...
Fim do caminho...
Resto de toco...
Pouco sozinho...
Pedra...
Caminho...
Pouco...
Sozinho...
Pedra...
Caminho...
Pouco...
Sozinho...
Pedra...
Caminho...
É um Pouco.


BOM FIM DE SEMANA AMIGOS!!!

12 comentários:

Ombemua - Saoirse disse...

Amo esta musica!

Feliz dia querida

xi❤

Alice disse...

Gosto muito, muito desta música.

Boa escolha para primeiro dia de MArço.


Beijinho

Ana Santos disse...

Boa Escolha Paula, adoro esta musica
beijocas
Bom fim de semana

Tanita disse...

Esta música é linda, e sabes que levou imenso tempo até ficar perfeitamente gravada?
Bom fim-de-semana. beijinhos**

Angela Costa disse...

ADORO !!! Acreditas que tenho um post com essa música no blog ? lolll
(http://recantoalegna.blogspot.pt/2010/03/marco.html)
Beijo muito grande ***

B. Cérise disse...

Esta música é um poema cantado e estas duas vozes ficam maravilhosamente bem juntas:) A música brasileira é pródiga em canções intemporais!

Beijos*

Paula Nogueira Guerra disse...

É um doce esta musica querida Ombemua :)

Paula Nogueira Guerra disse...

Muito obrigada querida Alice :)

Paula Nogueira Guerra disse...

Bigada mamã!
Que o teu fim de semana tenha sido tão bom como o meu :)

Paula Nogueira Guerra disse...

Por acaso não sabia Tanita... obrigada por me dizeres!

Beijo docinho xxx

Paula Nogueira Guerra disse...

São as boas escolhas querida Ângela...
Gostote xxx

Paula Nogueira Guerra disse...

Intemporais querida Cérise :)