06 março 2013

COISAS QUE NÃO ENTENDO


Sou alguém muito directa e frontal… quem sabe até demasiado mas, prefiro isso do que andar em rodeios. As coisas são como são e de nada nos vale enrolar. Faz-me até comichão quem enrola… mas cada um é como é !

Mas também sou sensível e percebo, de longe, (no bom e no menos bom) quando algo se passa. E faz-me imensa confusão de que, se algo incomoda a alguém porque não o diz ?! Gostava mesmo de perceber…

Gosto de tudo « arrumado » e se falar incomada, tem bom remédio : « desincomode-se » !

Sinto isso aqui com alguém… já há dias que sinto que, de certa forma, poderá estar estranha/aborrecida comigo. E a cada dia que passa mais se nota isso… basta olhar para as atitudes que toma e a diferença que era no inicio e agora . Uma pessoa minimamente inteligente vê isso. Pois hoje confrontei-a pois não sou nada apologista de mau entendidos… Perguntei-lhe :

EU: « Posso te fazer uma pequena pergunta ? Por acaso estás zangada comigo?”

Ela ficou a olhar para mim primeiro, assim meio admirada com a pergunta mas respondeu prontamente:

ELA : « Não . Porque perguntas isso ? »
EU : « Porque é isso que sinto… »
ELA : « Não, de forma alguma. »

E deu-me um sorriso amarelo…

Continua a fazer-me espécie do porquê que as pessoas não falam o que sentem… não é complicado…
Não vou insistir e vou ser como sempre fui até aqui : SIMPÁTICA ! (o resto é um problema dela não meu pois estou de consciência tranquila)

12 comentários:

marina disse...

Até eu que acho que há coisas que é preferivel não dizer, nesses casos acho que devemos dizer directamente o que aconteceu , não vale a pena agir dessa maneira, é necessário enfrentar o que nos chateia.
Mas fizeste o que devias, agora quem está mal que se ponha bem!
Não ligues como diz a minha mãe ventos que a levaram, ventos a tragam.
Beijinhos

Turista disse...

Querida Paulinha, é assim mesmo: já deste o primeiro passo para resolver algum mal entendido, se ela não quer destrinçar, "amigas como antes"!
Beijinhos grandes e já sabes: gosto da tua frontalidade. :)

Fê Blue bird disse...

Amiga eu gosto de pessoas frontais, não tenho paciência nem tempo para subterfúgios.

Fizeste bem, agora o problema é dela :)

Por isso gosto de ti :D

beijinho

Gaja Maria disse...

Concordo contigo, por muito mau que possa ser é sempre preferível falar e resolver as questões do que ir engolindo e guardando ressentimentos, mas também sei que a maioria das pessoas não é assim, ou porque não gostam de confrontos, ou porque não conseguem falar das coisas ou porque simplesmente não querem e assim sendo temos de dar espaço, se a confrontaste e nada, o melhor mesmo é agires como sempre. That's life! Bjinhos e não penses mais nisso. :D
Gosto do novo Header!

Ana Santos disse...

As pessoas não vêm a frontalidade como um bom remédio para superar obstáculos, e fizeste muito bem em levantar o problema, para mim a sinceridade é muito importante e acima de tudo as pessoas devem gostar de nós como somos e não o que devemos ser!
Beijocas querida Paula

S* disse...

Mais vale ser honesto e directo, torna tudo muito mais fácil.

Pretty in Pink disse...

Eu antes não tinha coragem para dizer o que sentia, tinha medo de magoar a outra pessoa mas depois comecei a ganhar coragem e agora não deixo nada por dizer...é fundamental ser-se uma pessoa directa!

Beijinho*

o meu coração em palavras... disse...

É sempre bom dizer o que sentimos :)
Seja positivo ou negativo o importante é libertar :)

Adorei a tua imagem do Blog...
Linda, linda, linda!!!

Beijos

carla disse...

Se tu perguntaste e ela te respondeu da maneira que respondeu, só tens de ficar de consciência tranquila. O próximo passo, se o houver, terá de ser dela.

Beijos doces, Paulinha

Pusinko disse...

Paulinha, eu nao sei. Quando sinto isso em relacao a alguém, faco por confirmar se sim ou sopas. MAs há também grey zones e é terreno escorregadio. Fizeste a tua parte. Se para a pessoa está tudo na boa, se calhar o problema e dele em geral ou com outra situacao e a comportamento contigo é dano colateral. Relaxa.

Beijooo

Vera, a Loira disse...

Também não percebo essas pessoas, de falassem pelo menos podia resolver-se alguma situação incómoda, assim é difícil, só se fores a uma bruxa.

Tanita disse...

As pessoas podem não falar, ou não conseguir, ou não ter a iniciativa, mas quando confrontadas, podem ao menos ser sinceras, não?