04 setembro 2011

O QUE É SER VERDADEIRAMENTE ADULTO????

Existem tantos factores que podem ser considerados como "o que faz alguém ser verdadeiramente um adulto". Não será certamente a idade, nem aquilo que queremos transparecer no mundo virtual. A principal de todas será a RESPONSABILIDADE... por nós, pelas nossas atitudes, pela nossa maneira de ser e estar em sociedade,  e também em família.

Hoje acordei de manhã com esta pergunta: como é alguém vive depois de alguém tomar uma decisão importante por nós que muda em TUDO a nossa forma de estar na vida?

Quando somos nós que decidimos que algo se vai passar de certa forma somos NÓS mesmos os únicos responsáveis para com as consequências. Quando envolvemos terceiros há que ter em atenção, de uma forma mais minuciosa, todas essas nossas escolhas. Mas quando alguém decide/escolhe por nós, como fazer para lidar com isso???

Quando dois adultos, homem e mulher, decidem que "não dá mais" e querem seguir a vida separados, há que ter em atenção as consequências para com possiveis filhos que possam haver na relação. E é aqui que eu queria chegar...

É aqui, neste preciso ponto, que TAMBÉM temos de saber SER adultos... Aprendi que um relacionamento entre um homem e uma mulher pode terminar mas, laços familiares (tipo filhos e pais) esses JAMAIS serão quebrados. E é triste quando alguém, desse mundo dos adultos, continua a achar que as crianças servem mais para chegarem aos seus propósitos do que CONSEGUIREM apenas serem felizes apenas por verem os filhos felizes. Sou da opinião que é isso a ÚNICA coisa que importa. Temos filhos para quê? Uma procura de uma "possivel pensão de alimentos" e de resto ele(a) é minha e fazes como eu quero e mais nada??? Mas será que as pessoas são assim tão curtas de mente, melhor ainda, tão infantis ao ponto de acharem que os filhos apenas são um meio para chegar aos seus fins??? 

Realmente é aqui que encaixa bem o que leio por aí de "Não se consegue ensinar ninguém adulto a ser uma pessoa"!

Devo ser muito ingénua em achar que as pessoas com o tempo conseguem minimizar as dores que possam sentir na escolhas que um dia fizeram. Quando as leva a ser más, mal educadas, mal formadas, isso apenas demonstra que a escolha feita não foi a acertada e ainda se vive com a dor no peito do "porquê que fiz isto". Uma pessoa que esteja de bem com a vida, com as escolhas que tomou não pode ser rancorosa. Vive com um sorriso nos lábios e transmite isso aos filhos e a quem está ao redor. Não se torna um "fantasma" de alguém que gostaria de ser e consegue fazer os outros acreditar nisso, pois ela própria precisa de acreditar nisso também.
A tristeza e os verdadeiros sentimentos de luta interna, vêm-se no caminho de "cá para lá"... que depois se repercutem pelo resto da vida. Tenho pena destas crianças... pois não têm o melhor exemplo. Têm apenas o que vivem aqui e ali, procurando o melhor em ambos os lado, mas internamente presos por não saberem bem como agir na presença de ambos. Lost Chidren... é assim que os vejo!

2 comentários:

pink poison disse...

PORQUE MÃES DESSAS DEVIAM FICAR SEM A CUSTÓDIA DOS FILHOS, NO ENTANTO, O DESTINO VAI TRAZER-LHES O DESPERZO DOS FILHOS.
PORQUE EU NÃO CONSEGUI ENSINAR UM ADULTO APRENDER A UMA MÃE, QUANTO MAIS UMA PESSOA. Mais um belo post Paulinha.

Paula NoGuerra disse...

É uma tristeza amiga... e engraçado foi ver que a carapuça serviu logo!
Nada de novo!
As pessoa que não têm formação serão assim até morrer. E pior que isso é que jamais serão felizes e não conseguem ver mais ninguém feliz à sua volta, muito menos os filhos!

Bjs doces miuda xxx