17 abril 2012

30 DIAS E +1 DE FOTOGRAFIAS - DIA 17

A foto do dia de hoje é: RAIVA

As crianças sentem-no como uma frustração quando não conseguem fazer algo.
Os adultos usam-no como forma de atingir alguém. Mas aprendi que, a raiva e qualquer outro sentimento menos bom, apenas corroi o coração de quem o sente. Com a frustração aprende-se a viver mas, a raiva mata-mo-nos um pouco a cada dia que o sentimos.

14 comentários:

Eros disse...

Concordo em absoluto com as palavras e adoro a subtileza da imagem. Malogrado sentimento, que me dilacera quando o vejo projectado numa criança...

Beijos

Marta disse...

É bem verdade.
A raiva consome-nos aos poucos, não mata mas moí. Mais vele não ceder, não se deixar levar.
A vida tem tanta coisa bonito.

A Minha Essência disse...

Poucas vezes senti tal sentimento. Mas confesso que não gostei nada.

Kiss

Lemon disse...

Por essas e por outras é que não gosto dela.

mfc disse...

A foto diz tudo de uma forma total!!

Paula Nogueira Guerra disse...

As crianças são sinceras Eros :)

Uma abraço apertadinho xxxx

Paula Nogueira Guerra disse...

Marta,
Há que dá valor ao bom e bonito que a vida tem para oferecer. O resto é lixo.
Bjs docinhos xxxx

Paula Nogueira Guerra disse...

Essência,
É tão incomodativo que há que sacudi-lo para bem longe !

Uma beijoca carinhosa xxxx

Paula Nogueira Guerra disse...

Lemon,
Eu também não, e da porta para dentro (AQUI) dentro não há!

Beijinhos super docinhos xxx

Paula Nogueira Guerra disse...

MFC,
Há imagens que dizem mais que mil palavras. E TU sabes disso MUITO bem!

Em abraço carinhoso xxx

Vera, a Loira disse...

Nunca mais quero essa sensação, de raiva, sentia poucas vezes, mas é muito mau.

Paula Nogueira Guerra disse...

Verinha,
Longe com ela...

Um carinho doce para ti :)

o meu coração em palavras... disse...

Os maus sentimentos não nos levam a lado nenhum nem trazem nada de bom... O caminho é seguir em frente de cabeça levantada procurando atingir os nossos objectivos com armas positivas e sentimentos bons :)

Beijinhos
Susana

Paula Nogueira Guerra disse...

Susaninha,
è isso mesmo... sempre de cabeça erguida!

Uma beijoca docita :)